Depoimentos de Coachees e Alunos.

Tempo de leitura: 10 minutos

Abaixo você vai ver alguns depoimentos de meus Coachees e alunos  do programa Self Coaching #MedPassei.

A sua ajuda…

Bom… a questão é que eu prometi alguns prêmios para os melhores depoimentos, mas eu simplesmente não consigo decidir isso sozinho. :/ . Todos para mim foram incrivelmente inspiradores e impactantes.

Me ajuda assim… Basta você fazer um comentário (no final dessa página) dizendo quais que você mais gostou e dizer o porquê… A escolha não é por votação, mas sua opinião vai me ajudar muito a escolher os 3 vencedores.

Muito obrigado desde já e um grande abraço! =D

_____________________________________________________________________

Jordana Dutra

Bom, como expressar gratidão?

Lucas, você chegou no fundo da minha alma e me fez encontrar uma pessoinha que estava tão esquecida, escondida e que merece ser mais amada e cuidada. Confesso que no primeiro webinário senti a força do teu trabalho, no entanto, não imaginava que aquilo era apenas um vislumbre da imensurável profundidade que tua técnica e sensibilidade alcançariam em mim.

Fizemos apenas a primeira sessão e um novo horizonte, repleto de desafios, oportunidades e capacidade, já se abriu em minha mente. Portanto, estou extremamente ansiosa pelas próximas sessões. Afinal, se este trabalho consegue curar a minha alma, conseguirá me fazer alcançar qualquer sonho.

Acredito que assim como Lucas, o discípulo de Jesus, era um médico que gostava de investigar histórias para poder implantar o amor no coração das pessoas, Deus te deu o dom de ser o Lucas que investiga histórias para nos ensinar a alcançar o conhecimento e o domínio próprio.

Obrigada Lucas Schust, agora tenho a certeza de que este é o ano da minha conquista. Continue levando esta tocha, cuja missão está em teu próprio nome, iluminando o caminho das pessoas. Você já é um excelente médico de almas!

#ninguémvivesó

#eclesiastes4:8á10”

Michela Marques 

Dianna Medeiros do Nascimento

Elizandra Ross Martins

Iara Oliveira – Aprovada em Medicina na Unichristus e Unifor 2017

img_7408

Olá! Meu nome é Iara. Sou de Fortaleza, Ceará. Esse foi meu quarto ano tentando medicina. Quando comecei o processo de coaching com o Lucas Schust, eu tinha vários problemas relacionados à falta de planejamento de estudos, crenças limitantes, problemas em estudar áreas de exatas e, principalmente, a falta de confiança em mim mesma, que eu tinha perdido há muito tempo.

Não foi um processo fácil: ao longo do caminho, tive várias dificuldades que quase chegaram a me convencer de que medicina não era pra mim, de que eu não ia realizar meu sonho… Dificuldades que quase me fizeram retomar minhas antigas crenças. Mas ai é que tá: o Lucas me ajudou muito nesse processo, não desistiu de acreditar em mim mesmo quando as circunstâncias não eram as melhores, ajudou-me a sonhar PRA VALER em passar em medicina e, principalmente, a redescobrir a estudante dedicada que eu era e que ficou perdida durante todo esse tempo. Eu agradeço muito ao Coach por ter acreditado em mim. A ajuda dele foi muito importante para que eu pudesse motivar a mim mesma a continuar nesse caminho de persistência e de esperança. Ah, ele me ajudou a descobrir minha outra missão de vida: MOTIVAR PESSOAS! Agora eu sei da importância desse processo: hoje eu posso ver que os momentos mais difíceis dessa caminhada foram, na verdade, os melhores, os que mais contribuíram para o meu crescimento. O Lucas me ajudou a ver a força que cada estudante tem para vencer os piores dias na preparação do vestibular. Além disso, eu lhe agradeço muito por ter me ajudado a criar estratégias maravilhosas de estudo e planilhas no Excel que eu nunca saberia fazer daquela forma tão organizadinha hahahaha.

OBRIGADA de verdade por manter a esperança em mim durante esse ano! De novo, não foi fácil… muita coisa aconteceu pra sabotar meus resultados, mas você foi muito profissional e continuou ali me motivando a estudar com vontade e a acreditar na minha experiência de vestibulanda!

Agora é outra caminhada, se Deus quiser… Entrei em Medicina na Unichristus! Vou levar pra sempre os ensinamentos que eu adquiri sobre minha capacidade… VALE A PENA SONHAR!!!

Para os vestibulandos: maior que o milagre de passar no vestibular (milagre no sentido de ser um objetivo MUITO querido, não no sentido de ser impossível), é o milagre que você se torna durante o processo. Curtam essa fase, acreditem… É POSSÍVEL PASSAR!!! Encham-se de sonhos e preencham suas mentes de coisas positivas… Foi só assim que as coisas começaram a melhorar pra mim… E acreditem no valor de vocês e não deixem para brilhar sua luz só depois de passar no vestibular! Afinal, não assinamos nenhum contrato dizendo que só vamos ser felizes quando passarmos no vestibular. Então, SEJAM FELIZES e vivam um dia de cada vez. Não importa quando que o resultado vai vir, tenha fé e confie que a vida vai te colocar na faculdade no tempo certo e vai te levar para as pessoas certas. Acredito muito em vocês, queridos!

Beijinhos!

Ingrid Sophia Ishimaru

A experiência com o Coach foi transformadora em muitos a26_11spectos, dentre os quais como estudante e na vida pessoal. Após a primeira sessão, senti um impacto inexplicável que me proporcionou um amadurecimento necessário para o vestibular. Me lembro de um lema do cursinho “aula dada, aula estudada hoje”. Como aluna interpretava que fazendo as tarefas mínimas e complementares, indo a todas às aulas e sentando na primeira fileira estaria realizando o essencial. Mas, o que não tinha em mente era a estratégia. Nunca havia parado para pensar, como poderia estar melhorando, se o que estava estudando me trazia retorno. Então, o Coach vem me mostrando ao longo dessa caminhada, maneiras de estar potencializando os estudos, sempre em busca de um crescimento contínuo. Assim, a flexibilidade do Coach somado as particularidades de cada Coachee torna esse processo enriquecedor e inesquecível!

Jhonatan Henrique da Silva

img_7424

Gostaria inicialmente de me apresentar. Me chamo Jhonatan, tenho 19 anos, sou de Campinas-SP.

Há três anos luto por um sonho, ser médico .

No final do ano de 2015, me peguei chorando mais uma vez, por não ter passado no vestibular, mas ergui minha cabeça e decidi pesquisar formas alternativas para melhorar meu desempenho nos estudos . Deparei-me com os vídeos do Lucas Schust, onde ele contava sua experiência enquanto vestibulando de medicina, um vídeo me chamou atenção , onde ele dizia sobre o Coaching . Me inscrevi, e fui contemplado com o seu trabalho .

No dia 22 de fevereiro, demos início ao processo de Coaching.

Em nossa primeira sessão, me encarreguei de contar todos os meus problemas a ele, eu era o menino triste, que veio de escola pública e não acreditava ser capaz .

As pessoas não acreditavam em mim, minha família não acreditava em mim, mesmo tendo sido o melhor aluno da escol , eu então passei a aceitar a minha incapacidade como uma verdade .

Havia em mim uma insegurança gigante, achava que eu não conseguiria dar conta de estudar todo o conteúdo, me sentia impotente diante das provas.

Foi então, que o Lucas com sua sensibilidade e clareza acima da média, me propôs uma meta, o grande desafio para este ano seria recuperar o espírito de campeão, que foi embora na minha primeira reprovação .

Eu aceitei é claro! Afinal, adoro desafios .

Começamos a trabalhar os quatro pilares, e a cada sessão eu podia ver uma grande diferença, as ferramentas aplicadas e os métodos estavam dando certo, eu podia sentir o quão longe estávamos indo, e quanto mais longe íamos, perto estávamos do nosso objetivo .

Me dei conta, que o Coaching era a energia que faltava para que eu andasse nessa montanha russa, que é a vida de um vestibulando.

Descobri que o Coaching utiliza como ferramenta o  autoconhecimento, para que você saiba que é capaz  de superar os obstáculos e alcançar os objetivos que foram propostos . Eu me encontrei!

Hoje, ja não sou mais o mesmo . O menino que outrora se sentia incapaz, agora se veste para guerra e vai lutar .

A meta foi alcançada em 4 meses, demos o nome de salto quântico .

Agora eu sei, que coragem nos define , e guerreiros somos nós, e seremos recompensados ainda que demore. E mesmo com toda a incerteza do vestibular  seremos quem escolhermos ser, e a certeza vem depois acompanhada de comemorações e o clássico: Valeu a pena .

Eu sou capaz !

Júlia Drumond – Aprovada em Medicina na Unifenas e UniBH 2017

julia

Há seis meses atrás eu ouvia a minha mãe propor o coaching, um processo que poderia ser a chave, que eu ainda não havia encontrado, para a conquista do meu maior sonho : uma vaga de medicina. Mesmo assim eu mantinha certa resistência. Afinal, ao mesmo tempo que medicina era uma certeza, trocar 1, 2 ou 3 horas de um dia de estudo por conversar no Skype em pleno segundo semestre parecia algo simplesmente absurdo. Além disso, eu também sabia o quanto meus pais viviam o vestibular comigo e o quanto queriam que o resultado esse ano fosse diferente ,logo seriam capazes de apostar em qualquer ideia …

Claro que essa ERA a minha impressão, hoje chamar o coaching de “qualquer ideia” é algo inaceitável para mim…

O processo de coaching de fato nunca foi definido pra mim com palavras, o que não faz a menor diferença porque eu vivi ele . Eu fui transformada… Fui acompanhada… Fui fortalecida… Fui preparada…

Transformada através do autoconhecimento adquirido a cada encontro, inclusive na entrevista com o Lucas.

Acompanhada por ter quem ouvisse não só os fatos mas as reflexões que eu já tinha e ainda não satisfeito promovia mais e mais.

Fortalecida não por que ele enchia meu ego, mas porque nenhum preceito foi imposto, tudo foi construído e eu pude me redescobrir.

E por tudo hoje estou preparada. Aprendi a  enfrentar os obstáculos e a escolher caminhos de forma mais clara, sensata e segura.

O Lucas se mostrou muito mais que um Coach. Diversas vezes ele foi um grande psicólogo e hoje é um amigo e um exemplo pra mim.  O que era mais que inevitável diante de alguém tão respeitoso, sincero, inteligente e disposto a ajudar qualquer um sem medir esforços. Alguém  que, surpreendentemente e não por obrigação ou compromisso, me enviou um áudio repleto de palavras suaves e de confiança no dia tão decisivo do enem e acalmou meu coração de vestibulanda ansiosa.

E é assim, por coisas tão boas como essas e tantas outras, que tenho a certeza hoje que o processo é algo essencial, transformador e maravilhoso. Ainda não tenho resultado de provas e acredito que serão positivos, mas, independentemente disso, já me sinto vencedora. Vencedora por todo o meu crescimento como pessoa, como estudante e até como futura médica que jamais esquecerá tal experiência e evolução na sua caminhada.

Júlia Drumond, 18 anos, Belo Horizonte.

Luana Vieira